Quem nós somos

Em 1985, a ZIMMERMANN AQUA SOLUTIONS (ZAS) iniciou suas atividades no sul do Brasil como HYDROLOGICA AQUACULTURA LTDA. Durante as décadas de 80 e 90, dedicou-se ao suporte técnico em projetos existentes de camarões de água doce e tilápias no continente americano (Brasil, Uruguai, Argentina, Peru, Colômbia, Equador, EUA, Jamaica e México).

Na virada deste século, nossa base foi transferida para a Noruega, onde Sergio Zimmermann trabalhava para seis grandes empresas locais envolvidas em aquicultura (Orkla Finans, AquaOptima, EWOS, Inocap, Akvaplan Niva e GenoMar). De 2007 a 2011, Zimmermann trabalhou com a empresa pública Akvaforsk Genetics Center. Em 1º de outubro de 2011, registrou a ZAS em Sunndalsøra como empresa norueguesa dedicada a fornecer consultoria e suporte técnico à indústria mundial de aquicultura.

Hoje, a ZAS é uma das cinco principais consultorias globais de aquicultura de tilápia/camarão, com 30 projetos em todos os continentes, a maioria deles perdurando pelo menos três décadas: 

Américas: EUA, México, Jamaica, Nicarágua, Colômbia, Equador, Peru e Brasil.

África: Angola, Zimbábue, Zâmbia, Uganda e Quênia.

Ásia: Singapura, Bangladesh, Vietnã, China, Filipinas, Tailândia e Curdistão.

Europa: Noruega, Suêcia e em breve Inglaterra.

LINHA DO TEMPO DE INOVAÇÕES DA ZAS

1985
INÍCIO NO SUL DO BRASIL

Pioneira nos cultivos comerciais de camarões de água doce em viveiros escavados no sul do Brasil e na produção de tilápias em gaiolas na América do Sul.

1987
REUTILIZAÇÃO TOTAL DA ÁGUA DE CULTIVO

Primeira a demonstrar o balanço dos elementos na água de cultivo/rações em aquacultura, criando o conceito de "Biomanipulação” de elementos (macro/micro) nos cultivos aquáticos, permitindo a reutilização de 100% da água nos Sistemas de Recirculação em Aquacultura (ou RAS – Recirculation Aquaculture Systems).

1989
CULTIVO MONOSEXO DE CAMARÕES

Participou do grupo do Dr. Amir Sagi na Universidade Hebraica de Jerusalém (HUJ) nas primeiras ablações de glândulas androgênicas para a produção comercial monossexo em camarões de água doce e marinhos e, mais tarde, em 1993, com lagostins australianos “Red-Claw “(Universidade de Queensland, Austrália).

1993
IMPORTAÇÃO DE TILÁPIAs MELHORADAS PARA O BRASIL

Demonstrou às autoridades brasileiras a necessidade de importar material genético de tilápia para diminuir a consanguinidade dos estoques disponíveis no Brasil e melhorar o desempenho da atividade durante os anos 90.

1995
PRIMEIRA LINHA DE RAÇÕES AQUÁTICAS DO BRASIL

Criou a primeira linha brasileira comercial de alimentos para animais aquáticos (AcquaLine), na Alisul Alimentos S.A. (Rações Supra), totalizando 12 formulações polifásicas para os principais peixes e camarões cultivados no Brasil . Esta linha segue sendo líder de mercado há mais de 22 anos.

1996
TILáPIAS MELHORADAS PARA AS AMÉRICAS

Organizou e liderou o primeiro processo de importação de tilápias melhoradas da linhagem Chitralada do Instituto Asiático de Tecnologia (AIT, Tailândia), que acabou gerando milhares de empregos e crescimento econômico em todo o continente Americano nas ultimas décadas; iniciou o primeiro programa de melhoramento genético de tilápias do continente, Veggie-Fish; atualmente, é o segundo mais longevo do mundo (27ª geração) e o único em bioflocos (ambiente totalmente estável) e com quatro espécies de tilápia (maiores herdabilidades e “pool genético”).

1997
TÉCNICA DA INCUBAÇÃO ARTIFICIAL

Introduziu nas Américas a técnica de Incubação Artificial (IA) na produção de ovos/larvas de tilápia, resultando em larviculturas até 12x mais eficientes em comparação com o método antigo de coleta de nuvens de larvas. Esta técnica foi fator-chave para o sucesso de várias larviculturas como a Arabel, empresa co-fundada por Sergio Zimmermann em 1996 e que no ano seguinte também criou seu atual nome, Aquabel. 

1998
PRIMEIROS BIOFLOCOS NO BRASIL

A ZAS foi a pioneira no desenvolvimento e aplicação comercial da técnica de Bioflocos no Brasil. Os primeiros testes iniciaram em 1998, e a primeira unidade comercial para a produção de juvenis de tilápia operou a partir de 2001. Três anos depois, a técnica foi aplicada com sucesso na engorda em policultivo de camarões vannamei com tilápias.

2000
AS MAIORES LARVICULTURAS DE TILáPIA

De 2000 a 2003, a ZAS projetou/supervisionou a construção das maiores larviculturas de tilápias do mundo, a ProGift (em Haikou, China – 2000 e 2007), Gifu/GenoMar (em DaZhiPho e SangGiang, China – 2002/2006) e Manit Farm (em Pechaburi, Tailândia – 2002/2003), sendo até hoje supervisor e técnico responsável pela última unidade; atualmente, essas larviculturas produzem juntas mais de 1 bilhão de alevinos e juvenis.

2002
CULTIVO EM AMBIENTE ESTÁVEL

Pioneira na tecnologia de Bioflocos no melhoramento genético de tilápias (Veggie-Fish), quadriplicando os valores de herdabilidade.

2005
ZERO DE EFLUENTES EM VIVEIROS INTENSIVOS

Primeiro sistema de recirculação para produção intensiva de tanques em terra no México (AquaSur) e Tailândia (Manit Farm); este método simples e revolucionário de reutilização de água (100%) é a base dos sistemas comerciais recentes de Biofloc/RAS e Aquamimicry para camarões e tilápias.

2006
PROGRAMA DE CRIAÇÃO MULTI ESPÉCIES

Pioneira na hibridação de tilápias num programa de melhoramento genético (Veggie-Fish - com Oreochromis niloticus, O. andersonii, O. angolensis e O. mosambicus).

2008
NÚCLEO DE GENÉTICA SPRING GENETICS

Planejamento e construção do núcleo de genética da Akvaforsk Genetics Center AS (atualmente Benchmark Genetics Norway AS) em Miami. 

2011
ECONOMIA CIRCULAR E AQUAPONIA

Primeira empresa a aplicar o conceito de Economia Circular usando Aquaponia, na Sun Aquaponics em Miami, Flórida, em um pomar de maracujá irrigado com água da produção de tilápia, pirarucu e camarão.

2012
RECUPERAÇÃO DE CAMANOR

ZAS apresentou o conceito de bioflocos em Sistemas de Recirculação em Aquacultura (Bio-RAS) sem efluentes e com compartimento de nitrificação/ sedimentação e recuperação microbiana utilizando chicanas; foi o inicio da recuperação da Camanor, que posteriormente desenvolveu e patenteou o AquaScience, tecnologia recentemente adquirida pela CP (Tailândia), em 2018.

2015
LONGEVIDADE DA VEGGIE-FISH

Veggie-Fish ( www.veggie-fish.com ) tornou-se o segundo mais longevo programa de genética de tilápias em operação contínua (desde 1996) totalmente documentado (2019 na 27ª geração), e considerado pelo Relatório Inocap (Noruega, 2014) como uma das principais fontes de genética de tilápias, com 5,8% do setor global (400 milhões de alevinos vendidos anualmente nas Américas). 

2017
FERMENTADO SUBSTITUTO PARCIAL DE RAÇÕES

Desenvolveu o revolucionário FermentAqua, www.fermentaqua.com, o primeiro Premix comercial que fermenta quando misturado com água e ingredientes de baixo custo/rações aquáticas, substituindo parcialmente rações aquáticas caras; foi projetado para qualquer espécie onívora em todas as etapas de cultivo.

NOSSO DNA

Visão

A visão da Zimmermann Aqua Solutions (ZAS) é ser líder de mercado com serviços da mais alta qualidade, com boas práticas ambientais e sociais, fechando os ciclos econômicos e ecológicos dos recursos.

Missão

A missão da ZAS é desenvolver comercialmente uma aqüicultura sustentável dentro do conceito de economia circular, com a total reutilização de água (zero efluente) e nutrientes aquáticos por meio de uma gama de serviços inovadores.

QUER SABER MAIS SOBRE A NOSSA EMPRESA?

SOBRE Sergio zimmermann

Engenheiro Agrônomo (1985, UFRGS – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Brasil) e Mestre em Zootecnia/ Aquicultura (1988, UFRGS, Brasil); Especialização em Aquicultura (1989, Life Scianeces Institute, The Hebrew University of Jerusalem, Israel) com apoio financeiro do CNPq/CAPES; iniciou seu programa de doutorado em aquicultura na Universidade de Stirling, na Escócia (2002-2004), seguido pelo programa Agri-Doc na Universidade Norueguesa de Ciências da Vida (UMB) em Ås, na Noruega (2006-2012), com ênfase em Economia Circular.

De 1989 a 1996, foi Professor Associado-I nos cursos de graduação em Aquicultura nas Escolas de Agronomia e Veterinária da UFRGS, Oceanologia e Carcinologia na FURG e UFSC, todas as Universidades Federais do Sul do Brasil; durante 19 anos (1990 – 2009) foi Professor Adjunto-II e Coordenador de Pesquisas na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA, Canoas, Brasil).

Projetou e supervisionou as construções das principais larviculturas de tilápias do mundo, ProGift (Haikou, China – 2000), Manit Farm (Pechaburi, Tailândia – 2002) e Gifu/GenoMar (SangGiang, China – 2003), supervisionando o inicio das atividades e atualmente é técnico responsável pelos dois primeiros projetos; responsável pela expansão de várias larviculturas e engordas de grandes projetos de tilápia/camarão/pirarucus na África (LHA/ACF no Zimbábue; Zâmbia e Uganda; Inocap em Uganda/Quênia), América Latina: Brasil (Veggie-Fish, Aquabel, GreenBiofloc, Geneseas, Netuno), Peru (Grupo Redondos/Acuahaura/Naltech), Equador (Modercorp-Garzal, Aquamar e Produmar), Colômbia (Aquaprimavera, Agriinco e Solla) e México (AquaMol, Maroa, Armour, Nutec e Procumar).

De 2001 a 2006 foi vice-presidente da empresa norueguesa GenoMar ASA (hoje AquaGen/EW Group) e de 2007 a 2011 coordenou a Divisão Mundial de Tilápias do Akvaforsk Genetics Center AS (atualmente Benchmark Genetics Norway AS), planejando e coordenando as operações de núcleos de genética na Ásia e nas Américas.

Desde 2011 presta consultoria desde sua empresa Zimmermann Aqua Solutions, localizada em Sunndalsøra, Noruega, e é co-proprietário das seguintes empresas de tilápia/vannamei/paiches-arapaima: Noruega (Aura Biofloc), Brasil (Instafloc/FermentAqua, GreenBiofloc e Aquatica), México (AquaMol, Maroa/AquaViva e Procumar), Jamaica (SunShine Acuaponics), EUA (Instafloc/Enzymasters) e está dando suporte técnico em alimentação aquática, alimentos fermentados de baixo custo e aquicultura em recirculação com bioflocos (Bio-RAS) em 20 países.

Nos últimos 33 anos, apresentou trabalhos em mais de 100 eventos científicos, publicou mais de 120 artigos científicos, capítulos de livros e é consultor/editor de três publicações científicas no Brasil e nos EUA; Vice-presidente do Capítulo Latino-Americano da Sociedade Mundial de Aquicultura (WAS) de 1999 a 2004 e presidente do mesmo capítulo em 2008 e 2009; secretário da Associação Brasileira de Aquicultura (Abraq) em 1999 e 2000.

Morou praticando aquicultura em Israel, Suécia, Cingapura, China, EUA e na Noruega, e por curtos períodos no México, Tailândia e Filipinas.

Consulte também o CV do site oficial do Conselho Nacional de Pesquisa (CNPq) em: http://lattes.cnpq.br/5048947055265778 and http://no.linkedin.com/in/sergiozimmermann/en.

O QUE NÓS PODEMOS FAZER PELA SUA EMPRESA?

Estágio Preliminar

  • Primeiras Reuniões / Contatos para o Desenvolvimento do Conceito do Projeto.
  • Identificação do local / seleção / visita de inspeção e estudos iniciais.
  • Estudo de Viabilidade e Plano de Negócios ou Relatório de Visita.

Estágio de Construção

  • Avaliação de Impacto Ambiental.
  • Projeto de Engenharia (desenhos básicos e detalhados) da primeira / segunda fases, área de quarentena para importação de reprodutores / crescimento inicial.
  • Supervisão / gerenciamento de construção, especificações de equipamentos e fornecimento.
  • Pré-treinamento, manual de operação com protocolos adaptados.
  • Operações de inicialização com treinamento "'no local''.

Estágio de Operação

  • Supervisão técnica remota a longo prazo e atualização de tecnologia.
  • Pré-treinamento de novos funcionários no local.
  • Otimização da operação / gestão contínua com supervisão técnica e treinamento “no local”.
  • Resolução de problemas cotidianos, assistência mercadológica e facilitação de rede de contatos.

GALERIA